Operação Osiris

50 buscas e 14 detidos por esquema que lesou Estado em seis milhões de euros

50 buscas e 14 detidos por esquema que lesou Estado em seis milhões de euros

A Polícia Judiciária e a Autoridade Tributária realizaram, esta terça-feira, 50 buscas domiciliárias e não domiciliárias e detiveram 14 pessoas, por suspeitas da prática dos crimes de associação criminosa, fraude fiscal qualificada e branqueamento de capitais, em processo-crime cuja investigação corre termos no Departamento de Investigação e Ação Penal de Lisboa.

Os detidos, com idades compreendidas entre os 20 e os 77 anos, são suspeitos de pertencer a uma rede organizada que, desde pelo menos 2017, se dedicava à fraude intracomunitária ao IVA na aquisição de equipamentos de telecomunicações, revela um comunicado da Polícia Judiciária.

Os suspeitos constituíam sucessivas sociedades unipessoais sem qualquer atividade real e emitiam faturas, sem que o valor do IVA fosse entregue aos cofres do Estado, tendo até ao momento sido apurado um prejuízo superior a 6 milhões e meio de euros.

A atividade delituosa desta rede organizada foi potenciada pela utilização das plataformas de venda online das maiores empresas nacionais do setor, permitindo-lhes obter uma exposição e volume de vendas que de outra forma não teriam alcançado.

Os detidos na Operação Osiris serão presentes no Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa na quarta-feira, para primeiro interrogatório judicial e aplicação de medidas de coação.