Braga

778 mil euros por estalo e queda que causaram coma

778 mil euros por estalo e queda que causaram coma

Família processa segurança, dono de bar e empresa por consequências de altercação. Vítima ficou em estado vegetativo e precisa de cuidados permanentes.

O cliente de um bar de Braga, de 41 anos, que em 2015 ficou em coma e depois em estado vegetativo após ter caído desamparado, vítima de um estalo de um segurança, pede 778 mil euros de indemnização no Tribunal de Braga. O pedido, que envolve o agressor, o proprietário e a empresa, radica no facto de Rui Coutinho continuar internado numa unidade hospitalar de cuidados continuados, com um quadro clínico que não prevê melhorias. Necessita, também, de cuidados médicos e de enfermagem de forma permanente, tendo de ser acompanhado durante todo o dia. É alimentado por uma sonda.

Leia a nossa Edição Impressa ou tenha acesso a todo o conteúdo no seu computador, tablet ou smartphone assinando a versão digital aqui

ver mais vídeos