PSP

80 simulações de crimes violentos desde 2018 em Odivelas e Loures

80 simulações de crimes violentos desde 2018 em Odivelas e Loures

A PSP detetou 80 simulações de crimes violentos nos concelhos de Odivelas e Loures, em Lisboa, desde o início de 2018, o que representa quase 10% dos delitos graves registados desde então.

"Desde o início de 2018 até à presente data já foram identificadas 80 situações de simulação de crimes violentos", salientou o Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, através da Divisão Policial de Loures, citado em comunicado.

De acordo com a PSP, os atos de simulação correspondem a "quase 10% da criminalidade violenta e grave registada" nas zonas referenciadas e colocam em causa a segurança da comunidade, uma vez que obrigam as autoridades a deslocarem-se sem motivo.

Durante o mês de agosto de 2019, a PSP contabilizou dez simulações de crime, nomeadamente de roubo de telemóveis, cujas denúncias foram apresentadas nas esquadras dos concelhos de Odivelas e Loures.

"A maior parte das denúncias versaram sobre alegados cenários de roubo de telemóveis, bens esses segurados e de valor bastante elevado, fixando-se por vezes acima dos 1000 euros", indicou a PSP.

Face aos acontecimentos do último mês, as autoridades contactaram os "presumíveis lesados", tendo encontrado "fragilidades, insipiências e contradições várias no testemunho destes, levando a que estes viessem, inevitavelmente, a admitir a falsidade das suas comunicações".

Na nota de imprensa, a PSP referiu ainda que as seguradoras foram informadas do embuste no sentido de perceber se estas foram acionadas.

Os suspeitos foram constituídos arguidos e sujeitos a termo de identidade e residência.

No entanto, as autoridades salientam também duas situações de denúncias falsas relativamente a alegados furtos de viaturas.