Premium

Advogado burlão detido por vender bens alheios

Advogado burlão detido por vender bens alheios

Um grupo de sete pessoas engendrou um esquema através do qual vendeu terrenos sem o conhecimento dos proprietários.

Todas foram detidas ontem pela Polícia Judiciária (PJ) e indiciadas pelos crimes de burla e falsificação com que lucraram 75 mil euros. Entre os detidos está Martins Duarte, um antigo advogado de Paredes, que cumpriu 14 dos 19 anos de prisão a que foi condenado no âmbito de mais de 200 processos relacionados com crimes de burla, falsificação de documentos e usurpação de funções.

Um funcionário de um stand de automóveis com antecedentes criminais e uma consultora imobiliária também irão ser, durante o dia de hoje, sujeitos a primeiro interrogatório judicial.

Imobusiness