Maia

Agredia e vigiava ex-mulher com câmaras de vídeo no trabalho

Agredia e vigiava ex-mulher com câmaras de vídeo no trabalho

Um homem de 35 anos foi detido quarta-feira, na Maia, pelo crime de violência doméstica contra a ex-companheira, que chegou a agredir enquanto esta estava grávida dos dois filhos em comum.

Durante o tempo que durou a relação - 13 anos - o agressor ameaçou, injuriou e exerceu violência física contra a vítima, de 36 anos, apurou a GNR. Nem durante o tempo em que esteve grávida dos dois filhos do casal, a violência parou.

Os militares do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas do Porto apuraram ainda que o homem teria colocado um sistema de videovigilância no local de trabalho da vítima para assim a controlar à distância, e que, inclusive, teria adquirido uma arma de fogo.

"Perante os factos, foram cumpridos dois mandados de busca, uma domiciliária e uma em veículo, tendo sido apreendida uma arma de fogo e três munições", explica a GNR, em comunicado.

O suspeito foi detido e presente ao Tribunal Judicial de Matosinhos, onde lhe foram aplicadas as medidas de coação de proibição de contacto por qualquer meio com a vítima, afastamento da vítima, não se podendo aproximar num raio de pelo menos 500 metros e sendo controlado à distância através de pulseira eletrónica.