Violência

Agrediram funcionário de bomba de gasolina num assalto em Guimarães

Agrediram funcionário de bomba de gasolina num assalto em Guimarães

Dois homens encapuzados assaltaram, na quinta-feira à noite, uma bomba de gasolina na vila de Brito, concelho de Guimarães. Depois de pegarem no dinheiro, agrediram o funcionário com um ferro e murros na cabeça.

O assalto aconteceu na Rua de São João Baptista, na bomba da Galp, às 22.55 horas, embora a hora das câmaras de videovigilância indique um período diferente, por não estar certa. Como é possível ver nas imagens de videovigilância a que o JN teve acesso, os ladrões são dois, atuaram de cara tapada, usaram luvas e um deles estava munido de um ferro parecido com uma chave de fendas.

Segundo Júlio Alves, gerente da bomba de gasolina, os ladrões levaram "pouco dinheiro porque tinha havido troca de turno às 20 horas". Depois de obrigarem o funcionário a entrar na loja, obrigaram-no a entregar o dinheiro da caixa registadora e, à saída, agrediram-no. Um dos ladrões atinge-o com o ferro e o outro imita o gesto, desferindo pelo menos dois murros no funcionário.

"Usaram um ferro tipo chave de fendas e bateram-lhe, mas não foi nada de especial, felizmente", acrescenta o gerente. Hoje, o funcionário não esteve de serviço, mas por motivos pessoais, uma vez que não precisou de receber assistência hospitalar na sequência das agressões que sofreu.

A Polícia Judiciária de Braga já teve acesso às imagens de videovigilância e está a investigar o assalto.

ver mais vídeos