Zona Centro

PJ prende grupo suspeito de matar idosa em vaga de assaltos

Foto Arquivo/global Imagens

A Polícia Judiciária (PJ) desmantelou um grupo de quatro indivíduos, com idades entre 22 e os 28 anos, suspeitos de terem perpetrado uma vaga de assaltos a idosos nas zonas de ​​​​Leiria, Marinha Grande, Figueira da Foz, Coimbra e Pombal, onde uma idosa, de 85 anos, acabou por morrer.

De acordo com a PJ, "os elementos do grupo atuavam encapuzados e, por meio de arrombamento de portas ou janelas, usando armas brancas e bastões, penetravam em casas isoladas, habitadas por pessoas idosas, que eram surpreendidas durante a noite, sendo agredidas de forma gratuita e com extrema violência e depois amarradas".

Um dos casos, no final do mês de junho, três elementos do grupo assaltaram um casal de idosos, em Roussa, Pombal, quando as vítimas dormiam, em casa. O trio não hesitou em espancar o casal para levar apenas 150 euros e peças em ouro. A mulher, de 85 anos, acabou por falecer no Hospital de Pombal, dois dias depois do assalto.

Num outro assalto, na zona da Figueira da Foz, "os assaltantes agrediram e torturaram uma das vítimas, durante mais de uma hora e meia, sendo que, dada a gravidade das lesões sofridas, essa vítima ainda se encontra internada num centro hospitalar", adianta a PJ.

A "Operação Sénior", assim chamada pelas autoridades, incidiu em diversos locais da faixa litoral, entre as cidades da Figueira da Foz e a Marinha Grande, onde a PJ teve a colaboração da PSP e da GNR.

Os indivíduos são hoje levados ao Tribunal de Leiria.