Segurança

"Aquaman" da Ajuda inundava casas em Lisboa depois de as assaltar

"Aquaman" da Ajuda inundava casas em Lisboa depois de as assaltar

Primeiro, assaltava a casa, em Lisboa. Depois, antes de abandonar o local, fechava as válvulas de segurança dos sanitários e do lava-louças e abria todas as torneiras da habitação, provocando "verdadeiras inundações". Foi detido na terça-feira, já depois de ter sido apelidado pela PSP de "Aquaman" da Ajuda.

O homem, de 46 anos, terá furtado do interior de várias residências joias e artigos em ouro avaliados em 84 mil euros, adianta, em comunicado enviado esta sexta-feira, o Comando Metropolitano de Lisboa (Cometlis) da PSP. Até ao momento, as autoridades conseguiram recuperar peças no valor de cerca de cinco mil euros.

"Antes de abandonar as residências por si assaltadas, [o suspeito] fechava as válvulas de segurança e descarga de todo e qualquer sanitário e [...] lava-louças, abria as torneiras e provocava verdadeiras inundações nas mesmas, provocando danos avultados, o que lhe valeu no seio policial o epíteto de 'Aquaman da Ajuda'", explica o Cometlis. A Ajuda, onde terá ocorrido pelo menos uma parte dos assaltos, é uma das 24 freguesias de Lisboa, na zona ocidental da cidade.

Investigado há cerca de um mês pela PSP em coadjuvação com o Departamento de Investigação e Ação Penal de Lisboa, o homem, já com antecedentes criminais, foi detido na terça-feira, em Alcântara, em flagrante delito, pelas 4 horas. Ficou em prisão preventiva.

Imobusiness