Crise no Sporting

Arrependido no caso Cash Ball terá recebido dinheiro para dar entrevista

Arrependido no caso Cash Ball terá recebido dinheiro para dar entrevista

Paulo Silva, o empresário que tornou pública a alegada rede de corrupção que envolve o Sporting, terá sido pago para falar com a comunicação social e revelar dados sobre o caso, segundo afirmou aos investigadores da Operação Cash Ball. Recorde-se que o "Correio da Manhã" e a CMTV divulgaram, na terça-feira, uma entrevista com o alegado intermediário da rede.

De acordo com o "Expresso", um documento do tribunal revela que Paulo Silva sentir-se-ia pressionado pela comunicação social a falar e acabou por ceder, por precisar de dinheiro, já que se encontra desempregado. Segundo ele, o jornal do grupo Cofina pagou uma quantia elevada de dinheiro, para que falasse com os jornalistas.

Otávio Ribeiro, diretor do CM, já garantiu que a informação é falsa e que "Paulo Silva não recebeu dinheiro nenhum".

Até ao momento, são conhecidos quatro arguidos nesta operação: André Geraldes, diretor-geral do futebol do Sporting; Gonçalo Rodrigues, antigo responsável pelo gabinete de apoio ao atleta; João Gonçalves, empresário e alegado intermediário no caso; Paulo Silva, empresário - agora arrependido - que terá corrompido árbitros de andebol e jogadores de futebol.

Sabe-se que mais três pessoas ligadas ao andebol também foram constituídas arguidas neste caso.

ver mais vídeos