Premium

Assaltaram 56 supermercados e iam sempre de táxi

Assaltaram 56 supermercados e iam sempre de táxi

Dois desempregados tornaram-se nos maiores ladrões de supermercados do país e ganharam dezenas de milhares de euros a furtar e vender no mercado negro bebidas de marca e caras.

Residentes em Felgueiras, tinham a particularidade de se deslocar sempre num táxi até aos alvos, desde Póvoa de Lanhoso a Leiria. A sua sorte acabou-se numa fiscalização de rotina da GNR, ao fim de cinco meses. Começam em breve a ser julgados em Guimarães por 56 furtos. Outros seis arguidos, donos de restaurantes, cafés e discotecas, respondem por recetação.

António V., de 45 anos, e Eugénio P., de 56, terão conseguido apoderar-se de milhares de garrafas no valor de dezenas de milhares de euros de supermercados Lidl, Pingo Doce, Intermarché ou MiniPreço. O táxi usado nas deslocações era de Eugénio.