Almada

Avô condenado a cinco anos de prisão por tentar violar neta

Avô condenado a cinco anos de prisão por tentar violar neta

O Tribunal de Almada condenou a cinco anos e quatro meses um homem por ter tentado por três vezes violar a própria neta.

O arguido terá ainda que pagar uma indemnização de 45 mil euros à vítima.

Os crimes ocorreram entre 2012 e 2014, por três vezes, em casa do arguido.

O tribunal deu como provado que o arguido, avô paterno da vítima, valendo-se da proximidade e privacidade exclusiva com a neta, tentou abusar sexualmente da menor. Foi condenado pela prática de três crimes de abuso sexual de criança