Justiça

Benfica rescinde com diretor preso por tráfico

Benfica rescinde com diretor preso por tráfico

José Carriço, o ex-diretor do Benfica apanhado pela Unidade de Combate ao Tráfico de Estupefacientes da Polícia Judiciária com 9,5 quilogramas de cocaína, em julho deste ano, só deixou de ser funcionário do clube oito dias depois da sua detenção.

Foi o próprio Benfica que fez chegar esta informação ao processo, pendente no Ministério Público de Sintra, apesar de ter reagido à notícia da detenção de José Carriço, avançada em primeira mão pelo JN, com mensagens ambíguas onde se aludia, repetidamente, a um "ex-funcionário" do clube.

Leia mais na versão e-paper ou na edição impressa.

ver mais vídeos