Premium

Bruno suspeito de ordenar invasão a Alcochete

Bruno suspeito de ordenar invasão a Alcochete

Bruno de Carvalho mandou a Juve Leo "ir para cima dos jogadores", dando assim uma ordem para que os cerca de 40 indivíduos encapuzados invadissem as instalações da Academia do Sporting, em Alcochete.

Essas são as suspeitas que levaram ontem o Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Lisboa mandar a GNR deter o antigo líder leonino, em casa, em Lisboa. O Ministério Público (MP), que terá testemunhos e registos de mensagens de WhatsApp para atestar da ordem dada por Bruno de Carvalho (BdC), também mandou deter Nuno Mendes "Mustafá," líder da claque Juventude Leonina.

Desde o dia 15 de maio, em que os jogadores e a equipa técnica do Sporting foram agredidos, o MP recolheu e analisou todas as mensagens de WhatsApp dos envolvidos. Algumas implicavam BdC como sendo o mandante do ataque a Alcochete. Mas os indícios que faltavam para cimentar as suspeitas vieram depois com a audição de testemunhas.

Imobusiness