Justiça

"Rei do Karaoke" condenado a 14 anos de prisão por abusos

"Rei do Karaoke" condenado a 14 anos de prisão por abusos

O cantor brasileiro Edy Lemos foi condenado, esta quarta-feira, no Tribunal de Gaia, a 14 anos de prisão, por crimes de abuso sexual e violação de menores.

Os juízes deram como provados crimes ocorridos em julho e agosto de 2012, quando o arguido, conhecido por "Rei do Karaoke" se encontrava em Portugal para fazer atuações em restaurantes e outros estabelecimentos.

Terá então abusado sexualmente de três menores, com idades entre os oito e os 14 anos, num apartamento, numa casa e numa residencial, em Gaia, Maia e Viseu.

Edy Lemos, de 54 anos, foi condenado por quatro crimes de abuso sexual de crianças e três de violação agravada. Encontra-se em prisão preventiva, desde maio, na prisão de Custóias.

O advogado já revelou que vai recorrer da pena.

ver mais vídeos