Crime

Carteiristas de vários países atuavam juntos em Lisboa

Carteiristas de vários países atuavam juntos em Lisboa

São oriundos de paragens diferentes (da Europa do Leste e da América do Norte) mas isso não impediu dois homens e uma mulher, com idades entre os 37 e os 64 anos, de atuarem em conjunto no assalto a turistas que visitavam Lisboa.

Foram detidos por agentes da Divisão de Investigação Criminal da PSP no elétrico da linha 15, onde preferencialmente atuavam, após terem assaltado uma turista, de 72 anos, furtando-lhe um estojo com produtos de beleza, avaliado em 55 euros. Um deles ficou em prisão preventiva.

A Polícia conseguiu ligar o grupo a cinco furtos, num total de bens roubados estimado em cerca de mil euros.

Segundo a PSP, "um dos homens assumia-se como líder deste bando", surgindo ligado a vários assaltos.

O suspeito já havia sido detido em diversas ocasiões e somava condenações pelo mesmo tipo de crime, estando inclusivamente proibido de frequentar os elétricos de Lisboa e obrigado a efetuar apresentações diárias num posto policial.

Em comunicado, a PSP refere que "estava ainda encarregue, em todas as situações, de retirar os pertences à vítima, o que fazia sempre com extrema arte e sem elas se aperceberem".

Os detidos foram presentes no Departamento de Investigação e Ação Penal de Lisboa, indiciados por cinco furtos qualificados. O líder do grupo ficou em prisão preventiva e os outros dois estão obrigados a apresentações periódicas às autoridades.