Premium

Cinco portuguesas casadas com três maridos por cinco mil euros cada

Cinco portuguesas casadas com três maridos por cinco mil euros cada

Várias mulheres portuguesas usadas por uma rede de matrimónios de conveniência para legalizar paquistaneses na Bélgica estão casadas em três países diferentes.

Este facto foi descoberto pelo SEF e pela polícia belga numa investigação à escala europeia coordenada pela Europol. A operação, que teve como alvo um grupo que falsificava certidões de casamento em Portugal, resultou em 22 detidos, cinco deles no nosso país (Lisboa e Algarve).

De acordo com informações recolhidas pelo JN, pelo menos cinco de cerca de 50 mulheres que aceitaram receber cinco mil euros por participar na fraude contraíram casamentos falsos com cidadãos paquistaneses, tanto em Portugal, como na Bélgica e na Alemanha. O grupo desmantelado está indiciado por crimes de associação ao auxílio à imigração ilegal, imigração ilegal, falsificação ou contrafação de documentos, casamentos de conveniência e associação criminosa. Mas as cinco mulheres arriscam ainda ter de responder por bigamia.