Recrutamento

Concorrer à GNR e à PSP passa a custar 40 euros

Concorrer à GNR e à PSP passa a custar 40 euros

Polícias arrecadam quase um milhão de euros com concursos de recrutamento, mas nova taxa é inconstitucional e ilegal, avisa especialista.

A partir de 1 de fevereiro, concorrer à GNR e à PSP vai ter custos. Segundo uma portaria conjunta do Ministério das Finanças e do Ministério da Administração Interna (MAI) publicada quarta-feira, os candidatos às forças de segurança terão de pagar uma taxa de 40 euros no momento em que apresentarem a sua candidatura. Uma medida que, avisa o especialista em Direito Administrativo Paulo Veiga e Moura, é "ilegal, inconstitucional e desproporcional".

Leia mais na edição e-paper ou na edição impressa

Leia a nossa Edição Impressa ou tenha acesso a todo o conteúdo no seu computador, tablet ou smartphone assinando a versão digital aqui

ver mais vídeos