O Jogo ao Vivo

GNR

Condutora que atropelou peregrinos internada devido ao estado psicológico

Condutora que atropelou peregrinos internada devido ao estado psicológico

A condutora do veículo que atropelou seis peregrinos na Estrada Nacional 365, em Alcanena, apresentava problemas do foro psicológico e teve de ser internada compulsivamente.

"A senhora estava visivelmente alterada" a nível psicológico e depois de observada no serviço de psiquiatria do Hospital de Torres Novas ficou "internada compulsivamente", afirmou o oficial de Comunicação e Relações Públicas do Comando Territorial da GNR de Santarém, o major Pedro Reis, adiantando que a mulher só será ouvida pelo Ministério Público quando receber alta hospitalar.

Segundo a GNR, a condutora, que fugiu do local do acidente, foi localizada e detida por militares da GNR no nó de acesso da Autoestrada da Beira Interior (A23) para a Autoestrada do Norte (A1).

Em comunicado, o Comando Territorial de Santarém adianta que teve conhecimento, cerca das 05.10 horas, de um atropelamento com fuga de seis peregrinos, tendo resultado uma vítima mortal, um homem de 59 anos, quatro feridos graves e um ferido leve.

"Após recolhida informação junto de testemunhas, pelo Núcleo de Investigação Criminal de Acidentes de Viação (NICAV), foi de imediato implementado um dispositivo policial em todo o distrito de Santarém, com a finalidade de localizar e intercetar a viatura", o que acabou por acontecer às 05.40 horas.

Uma patrulha do Destacamento de Trânsito de Santarém detetou um veículo despistado em contramão, nas portagens da A23, vindo-se a apurar que se tratava do veículo que tinha atropelado os peregrinos, que se deslocavam em direção a Fátima.

A condutora, 27 anos, que "apresentava problemas psíquicos, foi internada compulsivamente em unidade hospitalar e será posteriormente presente a tribunal, para primeiro interrogatório judicial", adianta o comunicado.

Uma fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Santarém disse à Lusa que os feridos foram transportados para o Hospital de Santarém e para o Hospital de Leiria.

Contactado pela Lusa, o Hospital de Santo André, em Leiria, adiantou que uma das vítimas foi transferida em "estado crítico" para Coimbra e a outra mantém-se internada no hospital em situação estável.

O Hospital de Santarém, que recebeu três feridos, adiantou, por seu turno à Lusa, que duas mulheres já tiveram alta e uma terceira terá alta ainda hoje.

ver mais vídeos