O Jogo ao Vivo

Polícia Judiciária

Corta pulseira eletrónica para ameaçar ex-namorada

Corta pulseira eletrónica para ameaçar ex-namorada

A Polícia Judiciária de Faro deteve, no Porto, um homem de 38 anos que, nos últimos quatro meses, ameaçava a ex-companheira. Em janeiro, já tinha sido detido, tendo-lhe sido colocada uma pulseira eletrónica, que cortou para voltar a molestar a vítima.

O indivíduo, que reside no Porto, é suspeito de ter-se deslocado a Faro para ameaçar a ex-namorada, apesar de lhe ter sido decretada, em janeiro, uma medida de coação de proibição de contacto com a vítima.

"O suspeito que já tinha sido anteriormente detido pelo mesmo crime, e a quem fora aplicada a medida de coação de proibição de contatos com a vítima e fiscalização por meios técnicos de controlo à distância, violou aquelas medidas, furtando-se à vigilância eletrónica e persistindo em ameaçar e contactar a ofendida", adianta a PJ, em comunicado.

O indivíduo, desempregado, vai hoje ser levado ao Tribunal de Faro.