Santa Maria da Feira

Crispim fica em prisão preventiva

Crispim fica em prisão preventiva

Cadastrado, suspeito de mais de 200 crimes, que ontem tinha tentado roubar um carro mal saiu do tribunal em Santa Maria da Feira ficou em prisão preventiva

Ontem, quarta-feira, Crispim, de 38 anos, tinha sido libertado após ter sido detido, em Gaia, com o cúmplice, "Carlos de Arouca", num Volkswagen Golf furtado em Arouca.

Acabado de sair das instalações do tribunal de Santa Maria da Feira, Crispim de imediato tentou roubar um carro, onde estava uma filha do antigo presidente da Câmara local.

O homem, já com um longo historial criminal ligado principalmente ao furto automóvel, e suspeito de duas centenas de crimes nos últimos dois meses, acabou novamente detido pela GNR. Desta vez irá aguardar julgamento em prisão preventiva, decidiu esta tarde de quinta-feira o juiz.

Cúmplice ainda a monte

Na terça-feira, "Carlos de Arouca", que tinha sido levado com Crispim para o Posto da GNR de Arcozelo, conseguiu escapar às autoridades. O homem pediu para fumar um cigarro e aproveitou um momento de desatenção para fugir.

Já no parque, conseguiu saltar um muro para chegar a um monte. Dali, entrou numa propriedade, onde furtou um Opel Astra. E desapareceu.