Premium

Culpou redes sociais pela traição da mulher

Culpou redes sociais pela traição da mulher

Um operário da construção civil, de 43 anos, residente em Pedroso, Vila Nova de Gaia, culpou as redes sociais pela traição de que foi vítima. Por esse motivo, proibiu a mulher de navegar na Internet. Também a agrediu e perseguiu, acabando detido pela GNR.

Aos militares, garantiu que a harmonia familiar estava garantida se não existissem Facebook, Instagram e outras aplicações semelhantes.

O casamento aconteceu há 19 anos e decorria sem grandes sobressaltos. Só no ano passado é que o operário começou a suspeitar que a mulher mantinha um relacionamento amoroso com um vizinho e começou a agredi-la e a persegui-la.