Premium

Deputado deu carro para abate após atropelar cantoneira

Deputado deu carro para abate após atropelar cantoneira

Juiz considerou que socialista Pedro Delgado Alves "inviabilizou qualquer prova" ao abater o carro acidentado mas condenou-o a pagar 2000 euros.

O Tribunal Local Criminal de Lisboa considerou, na quinta-feira, que o facto de o deputado da Assembleia da República que, em 2016, atropelou uma cantoneira em Lisboa, ter dado o carro para abate após o acidente "inviabilizou qualquer prova" quanto à atribuição do embate a uma eventual falha mecânica do veículo.