PJ

Detido homem que "sequestrou menor descendente" fora de Portugal durante 52 dias

Detido homem que "sequestrou menor descendente" fora de Portugal durante 52 dias

Um homem de 50 anos residente no Porto, Portugal, foi detido pela Polícia Judiciária (PJ) após ter mantido "sequestrado, durante 52 dias", um menor, seu descendente, que levou para fora do país, revelou hoje aquela força policial.

Em comunicado, a PJ acrescenta que o detido está agora obrigado por um tribunal a permanecer em casa "com vigilância eletrónica".

A PJ refere ainda que, após quase dois meses de sequestro, "só foi possível" deter o homem "graças à colaboração policial e judicial europeia", que permitiu a sua localização, dando cumprimento a um "mandado de detenção europeu emitido para efeitos de procedimento criminal".

"A PJ, através da Diretoria do Norte, efetuou a detenção de um individuo de 50 anos, residente na área do Porto, que se ausentou de Portugal com um descendente, menor, mantendo-o sequestrado durante 52 dias", descreve aquela força policial.

A detenção aconteceu "em solo europeu, durante a semana transata", segundo a PJ.

"O detido foi entregue às autoridades nacionais e presente a tribunal que lhe aplicou a medida de coação de obrigação de permanência na habitação com vigilância eletrónica", conclui.