Madeira

Detido suspeito de atear fogo em edifício no Funchal

Detido suspeito de atear fogo em edifício no Funchal

Um homem de 34 anos foi detido pela Polícia Judiciária por "fortes indícios" de ser o autor do incêndio ocorrido a 22 de fevereiro num edifício devoluto no centro do Funchal.

O homem foi detido na terça-feira, após diligências realizadas pela PJ, com a colaboração da PSP, que permitiram a sua identificação e a recolha de "relevantes elementos de prova".

A PJ refere em comunicado que se trata do "presumível autor" do incêndio que deflagrou no edifício da antiga Companhia Insular de Moinhos, cerca das 19.20 horas, tendo atingido grandes dimensões e colocado em perigo edificações vizinhas.

O homem encontrava-se no edifício e foi retirado pelos bombeiros, sendo depois encaminhado para o Hospital Central do Funchal.

"Depois de lhe ter sido dada alta hospitalar, foram realizadas diligências complementares, que culminaram na sua detenção, em cumprimento de mandado emitido pelo Departamento de Investigação e Ação Penal do Funchal", sublinha a PJ.

O detido vai agora ser presente às autoridades judiciárias para eventual aplicação de medida de coação tida por adequada.