Polícia Judiciária

Detido suspeito de atear fogo no quintal da própria casa em Olhão

Detido suspeito de atear fogo no quintal da própria casa em Olhão

A Polícia Judiciária (PJ) anunciou esta terça-feira a detenção de um homem de 58 anos por suspeitas de ter provocado de forma intencional um incêndio no quintal da sua própria casa, em Olhão, no distrito de Faro.

Em comunicado, a PJ indicou que a detenção, efetuada através da Diretoria do Sul, ocorreu por existirem "fortes indícios" de que o homem terá "ateado, por ignição direta, um incêndio a várias matérias altamente combustíveis", fugindo do local.

A Judiciária adiantou que o caso ocorreu na madrugada do dia 31 de julho e que "só a pronta intervenção dos populares e dos bombeiros impediu que as chamas se propagassem para as habitações contíguas", mas assinalou que a situação colocou em perigo bens e a vida dos vizinhos.

Este ano, realçou a PJ, "é já a sexta vez que os bombeiros de Olhão são chamados para apagar os incêndios", alegadamente provocados pelo detido, nos anexos da sua própria residência.

O homem, atualmente desempregado e com antecedentes criminais pelo crime de furto e roubo, vai ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação de eventuais medidas de coação.