Setúbal

Dois detidos por suspeita de fraude contra a Segurança Social

Dois detidos por suspeita de fraude contra a Segurança Social

A PJ de Setúbal anunciou a detenção de duas pessoas por suspeita de crimes de peculato, branqueamento e fraude contra a Segurança Social qualificada, em valores que ascendem a mais de 500 mil euros.

"Exercendo funções durante cerca de 10 anos numa instituição particular de solidariedade social da margem sul do Tejo, um dos detidos, [...] conjuntamente com o seu coautor e em benefício comum", apropriou-se de verbas que "ascendem a mais de 500 mil euros, em prejuízo da própria instituição, de utentes desta e, ainda, do próprio Estado", refere a PJ em comunicado.

Os detidos são uma mulher de 58 anos e um homem de 62, ambos suspeitos dos crimes de peculato, abuso de poder, administração danosa, fraude contra a Segurança Social qualificada e branqueamento.

Os detidos irão serão presentes às autoridades judiciárias competentes, para realização de primeiro interrogatório judicial e aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

Imobusiness