PJ

Dois padrastos detidos por abusos sexuais de menores

Dois padrastos detidos por abusos sexuais de menores

Dois homens foram detidos pela Polícia Judiciária (PJ) por suspeitas de abusos sexuais de crianças em Évora e Albufeira. Ambos eram padrastos das vítimas.

Num dos casos, a vítima é uma menina de 12 anos de idade, que seria abusada no quarto onde pernoitava com a irmã, de 4 anos. O arguido, de 35 anos, aproveitava a ausência da mãe da vítima, com quem morava, para praticar os abusos durante a madrugada.

Segundo os investigadores da Diretoria do Sul do PJ, o homem é suspeito da prática de abusos sexuais perpetrados de forma continuada. Foi detido em cumprimento de um mandado de detenção do Ministério Público de Albufeira, após uma denúncia apresentada recentemente às autoridades. Presente a primeiro interrogatório judicial, ficou em liberdade, proibido de contactar, por qualquer meio, as crianças e a mãe, e de frequentar os mesmos locais.

No outro caso, a Unidade Local de Investigação Criminal de Évora deteve um homem, com 56 anos de idade, por fortes indícios da prática de crimes de abuso sexual de crianças agravado e coação agravada. É suspeito de ter abusado sexualmente da enteada, uma menina atualmente com 13 anos de idade, aproveitando-se de, na altura dos factos, viverem na mesma casa.

A denúncia foi apresentada recentemente, mas a PJ acredita que ocorreram em 2013 e que a vítima foi coagida a manter o silêncio.

O detido foi presente a tribunal. Ficou em liberdade, proibido de contactar a vitima.