Premium

Encontros sexuais acabavam em roubos

Encontros sexuais acabavam em roubos

Dois rapazes e uma rapariga criaram falsos perfis nas redes sociais para atrair homens para alegados encontros sexuais. Porém, quando as vítimas chegavam ao local previamente combinado, em Vandoma, Paredes, eram ameaçadas e agredidas com paus, verguinhas de aço, facas e catanas. Também ficavam sem todo o dinheiro e os telemóveis que tinham na sua posse.

Em três meses, André Silva, de 26 anos, Filipe Costa, 23, e Tânia Monteiro, 23, atacaram e roubaram 13 homens à procura de concretizar relações sexuais combinadas pela Internet. Dois outros homens conseguiram escapar à emboscada e refugiaram-se numa habitação e num café existentes nas redondezas.

O esquema montado pelo trio era sempre o mesmo. Segundo a acusação do Ministério Público, André, conhecido por "Sonas", Filipe e Tânia criaram perfis no Facebook e em páginas de Internet conotadas com encontros sexuais, como o Badoo e o Rua 69. Fazendo-se passar por "Tatiana", "Vanessa" ou "Diana", incluíam fotografias apelativas de jovens mulheres para que os homens fizessem um primeiro contacto pelas salas de conversação destes espaços virtuais.