Ilha Terceira

Espancam mulher até à morte para a expulsarem de casa nos Açores

Espancam mulher até à morte para a expulsarem de casa nos Açores

A Polícia Judiciária anunciou, esta quinta-feira, a detenção de dois homens suspeitos de espancar uma mulher, de 46 anos, que acabaria por morrer.

Num comunicado enviado às redações, o Departamento de Investigação Criminal de Ponta Delgada da PJ adianta que "procedeu à identificação e detenção de dois homens suspeitos da prática do crime de ofensas à integridade física qualificada agravadas pelo resultado, tendo por vítima uma mulher de 46 anos, que veio a falecer em razão das agressões sofridas".

Segundo a PJ, as agressões ocorreram na madrugada de07 de janeiro, quando a vítima, "pessoa vulnerável", estava sozinha na sua residência e foi surpreendida pelos suspeitos, que terão arrombado um portão exterior e, posteriormente, uma janela, por onde entraram.

A vítima foi "agredida de forma muito violenta, com uso de força física", destaca a PJ, referindo, sem dar mais pormenores, que os detidos agiram "motivados por sentimentos de vingança e com o propósito de a expulsarem daquela habitação".

A mulher ainda chegou a receber tratamento médico, mas "veio a falecer poucas horas depois, em consequência das graves agressões sofridas", lê-se no comunicado.

Segundo a polícia, "os detidos, com 24 e 52 anos, sem ocupações laborais e já amplamente referenciados policialmente, foram presentes a primeiro interrogatório judicial", tendo sido aplicada a medida de prisão preventiva ao primeiro.