Castelo Branco

GNR detém homem por posse ilegal de armas e material de guerra

GNR detém homem por posse ilegal de armas e material de guerra

A GNR deteve um homem de 37 anos, no concelho de Castelo Branco, por posse ilegal de armas, engenhos explosivos e material de guerra.

Em comunicado, o Comando Territorial de Castelo Branco da GNR adianta que a detenção ocorreu na sexta-feira, na sequência de uma denúncia feita por um popular.

"Na sequência de uma denúncia de um popular sobre o abandono de arma de fogo junto a uma residência, os militares encetaram diligências, o que permitiu identificar o seu proprietário e que o mesmo estava a caçar espécies não cinegéticas, utilizando para o efeito uma carabina pressão de ar, sendo este um método de caça não permitido", lê-se na nota.

Foi realizada uma busca domiciliária, em que foi encontrado um arsenal de armas, munições, engenhos explosivos e material de guerra.

Segundo a GNR, foram apreendidas 300 munições de diversos calibres, 117 petardos de diversas dimensões, três espingardas, três carabinas, quatro armas brancas (das quais se destaca um sabre baioneta), duas facas de arremesso, uma granada de instrução, uma besta, um bastão extensível de mola, quatro espoletas e três miras telescópicas.

"No decorrer da busca foram ainda apreendidas 20 aves, entre elas 10 espécies diferentes de aves silvestres que foram abatidas com recurso a meios proibidos (carabina pressão de ar)", refere o comunicado.

O detido foi constituído arguido e sujeito à medida de coação de termo de identidade e residência.

A GNR adianta que esta ação contou com a participação da Equipa de Inativação de Engenhos Explosivos do Comando Territorial da Guarda, que realizou a inspeção ao local e procedeu à recolha e destruição do material explosivo apreendido.

ver mais vídeos