Segurança

Governo autorizou 1514 promoções na GNR

Governo autorizou 1514 promoções na GNR

O Governo autorizou, em Despacho publicado esta segunda-feira em Diário da República, a promoção de 1.514 militares da GNR, relativas a vagas do ano de 2017. A maioria das promoções dizem respeito aos escalões mais baixo da hierarquia.

No despacho, o Executivo refere que "o Comando -Geral da GNR apresentou informação fundamentada que justifica a necessidade de ocorrerem promoções", e que "de acordo com a fundamentação apresentada, considera-se imprescindível garantir o bom funcionamento da instituição através, nomeadamente, da promoção dos seus militares ao posto imediato, possibilitando o provimento dos lugares e cargos constantes da respetiva orgânica por militares com o posto que legalmente lhes corresponde".

De acordo com os dados publicados em DR, 664 guardas vão ser promovidos a Guarda Principal e 478 vão subir de Guarda Principal a Cabo por antiguidade. Destaque-se, ainda, as promoções de 124 miliatres de Cabo-Chefe a Cabo-Mor e de 113 de Segundo-Sargento a Primeiro-Sargento.

No topo, haverá subia de posto para 27 majores, que ascende ao posto de Tenente-Coronel e de 33 capitães, que passam a Major.

Os efeitos remuneratórios das promoções "produzem efeitos na data da prática do ato de promoção", lê-se no Despacho.

Imobusiness