O Jogo ao Vivo

Sentença

Grupo que burlava idosos em Viseu condenado a prisão

Grupo que burlava idosos em Viseu condenado a prisão

O tribunal de Viseu condenou, esta quarta-feira, a nove anos de prisão Fernanda Costa, de 44 anos, acusada de burlar idosos franceses.

O filho de 23 anos, Ruben, foi condenado a quatro anos e seis meses de prisão, o mesmo para o amigo francês de 64 anos, Jean Claude Etcheberry. O marido, François, de 49 anos, foi condenado a uma multa de 10 euros durante 150 dias.

O Ministério Público tinha pedido entre oito a dez anos de prisão para Fernanda Costa e oito a nove anos de prisão para o marido; seis a sete anos para o filho e, para Jean Claude, pediu uma pena entre os oito e nove anos de prisão.

Segundo a acusação, pelo menos quatro homens de nacionalidade francesa foram seduzidos para ir para a vivenda da arguida, com a promessa de receberem cuidados e acompanhamento. Os idosos terão ficado sem cerca de 350 mil euros em dinheiro, entre transferências e compras, alegadamente realizadas sem autorização.

A arguida explicou que se limitou a responder a anúncios de homens que procuravam uma companheira e que estes lhe pagaram dívidas e outras despesas de livre vontade.

Nas alegações finais, a arguida, lavada em lágrimas, acrescentou ao coletivo de juízes: "Esta situação colocou-me mal psicologicamente. Fizeram-me acusações graves e o que me faz sofrer mais é que são acusações que nem as imaginei".

Todos os arguidos estavam acusados de burla qualificada na forma tentada e consumada abuso de confiança, sequestro, acesso ilegítimo, furto, ofensa à integridade física, posse ilegal de arma, falsificação de documentos e associação criminosa, mas, em relação a este último, o MP entendeu não ter ficado provado.