Premium

"Hacker" Rui Pinto também "atacou" juízes e Administração Interna

"Hacker" Rui Pinto também "atacou" juízes e Administração Interna

O "hacker" Rui Pinto também terá espiado juízes e altos funcionários do Ministério da Administração Interna.

Esta é a convicção dos investigadores que, no mês passado, ouviram Cristiano Ronaldo no âmbito deste processo que não foi classificado como de especial complexidade, como pretendia o Ministério Público (MP), que fica limitado a seis meses para produzir uma acusação. O prazo deverá terminar em setembro.

A audição do internacional português ocorreu há cerca de duas semanas, na sede da Polícia Judiciária (PJ), em Lisboa, apurou o JN, que confirmou a informação avançada ontem pelo "Diário de Notícias". A Unidade Nacional de Combate ao Cibercrime e à Criminalidade Tecnológica aproveitou a presença de Ronaldo em Portugal para jogar na Liga das Nações e ouviu-o como testemunha e como vítima.