O Jogo ao Vivo

Premium

Ilibado de quatro anos de abusos sexuais sobre sobrinho-neto

Ilibado de quatro anos de abusos sexuais sobre sobrinho-neto

Um ex-vigilante de uma autarquia algarvia, hoje com 71 anos, foi ilibado da acusação de, durante 4 anos, ter praticado abusos sexuais sobre um sobrinho-neto que acolhia após a escola.

O arguido esteve em prisão preventiva, na sequência da denúncia da mãe que deu origem à investigação, e acabou agora libertado.

O coletivo de juízes do Tribunal de Portimão deu como não provada a quase totalidade dos factos que constavam na acusação do Ministério Público (MP), designadamente a prática de atos sexuais sobre o menor, entre sete e os 11 anos, aproveitando-se da relação familiar e de o ofendido brincar perto da sua residência.