SEF

Mais de 100 trabalhadores ilegais na restauração e construção civil em Portugal

Mais de 100 trabalhadores ilegais na restauração e construção civil em Portugal

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) identificou, na terça-feira, mais de 100 trabalhadores estrangeiros que estavam em situação ilegal na área da restauração e na construção civil e notificou-os para abandonarem Portugal no prazo de 20 dias.

Em comunicado, o SEF adianta que a ação de fiscalização visou o controlo documental de cidadãos estrangeiros que entregavam e faziam o transporte de refeições ao domicílio em viaturas motorizadas e no ramo da construção civil.

A operação decorreu junto a um centro comercial em Lisboa, tendo sido identificados seis cidadãos estrangeiros, dos quais três se encontravam em situação irregular e que foram notificados para abandonar voluntariamente o país.

No mesmo dia, o SEF identificou na zona de Albufeira cerca de 100 trabalhadores, dos quais seis se encontravam em situação irregular.

Foram ainda instaurados dois processos de contraordenação às entidades empregadoras que exploravam a atividade dos cidadãos detetados em situação irregular, cujo valor pode oscilar entre seis mil e 25 mil euros.