Justiça

Mais dez anos de prisão para Vale e Azevedo

Mais dez anos de prisão para Vale e Azevedo

João Vale e Azevedo vai ter de cumprir mais 10 anos de cadeia. Mesmo preso no estabelecimento prisional da Carregueira, o ex-presidente do Benfica andava de recurso em recurso a tentar atrasar a condenação definitiva no caso em que foi condenado por subtrair milhões de euros ao clube em transferências de futebolistas.

Mas o Tribunal Constitucional determinou o trânsito em julgado imediato do processo, por entender que Vale estava a abusar de incidentes processuais.

Os 10 anos de prisão foram aplicados em julho de 2013 e desde então o ex-dirigente do clube da Luz tem apresentado recursos, sem sucesso, para revogar a condenação da 3.ª Vara Criminal de Lisboa por crimes de peculato, falsificação de documentos e branqueamento de capitais em torno das transferências dos atletas ingleses Scott Minto, Gary Charles, o marroquino Tahar e o brasileiro Amaral. O ex-líder benfiquista foi ainda condenado a pagar cerca de sete milhões de euros que desviou ao clube.

Leia mais na edição e-paper ou na edição impressa

ver mais vídeos