Crime

Matou a mãe à facada e entregou-se à PSP na Póvoa de Varzim

Matou a mãe à facada e entregou-se à PSP na Póvoa de Varzim

Um homem de 44 anos matou a mãe, segunda-feira à noite, na Póvoa de Varzim.

Foi o próprio suspeito a comunicar o crime às autoridades, com uma faca na mão, na esquadra da PSP. Disse aos agentes que tinha matado a mãe no Bairro Alberto Sampaio, após uma discussão. Foi depois transportado para o Hospital de São João, por demonstrar estar emocionalmente perturbado.

"A agressão terá ocorrido entre as 20 horas e as 22 horas de ontem, no interior da habitação de ambos, tendo o suspeito desferido um total de sete facadas na sua mãe, de 79 anos de idade, causando-lhe assim a morte", revela um comunicado da Polícia Judiciária divulgado esta terça-feira à tarde.

Segundo o que o JN conseguiu apurar, agentes da PSP foram até à casa indicada pelo homem e encontraram uma mulher de 78 anos em paragem cardiorrespiratória. Ainda foi transportada para o hospital, mas acabou por morrer.

O detido, de 45 anos, sem profissão, residente na Póvoa de Varzim, que já havia sido denunciado, no passado dia 14, por violência doméstica, vai ser presente à competente autoridade judiciária para primeiro interrogatório e aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.