Premium

Mentiu para tentar ilibar namorado e foi multada em 1500 euros

Mentiu para tentar ilibar namorado e foi multada em 1500 euros

O Tribunal da Relação do Porto condenou uma mulher a uma multa de 1500 euros por falsidade de testemunho. A mulher tinha tentado fornecer um álibi ao namorado, mas o crime não compensou e, no final, acabaram os dois a ser punidos.

O namorado estava acusado pelo Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) do Ministério Público de Águeda de conduzir o automóvel numa data em que, por sentença do tribunal, estava proibido de o fazer. Por duas vezes - uma em fase de inquérito, outra já em fase de julgamento - a mulher garantiu que no dia indicado - 23 de janeiro de 2016 - o namorado estava consigo em Vouzela pelo que não poderia ser ele a conduzir o veículo, como acusava o Ministério Público.

O testemunho da mulher não convenceu o magistrado do Juízo Local Criminal de Águeda, que acabou por condenar o homem, considerando assim provado que era ele que conduzia o automóvel na data referida. A mulher, além de não conseguir ajudar o namorado, face ao que tinha dito sob juramento, acabou por também ser acusada e condenada por falsidade de testemunho.

Imobusiness