Justiça

Ministério Público de Sesimbra reduziu inquéritos criminais pendentes em 70%

Ministério Público de Sesimbra reduziu inquéritos criminais pendentes em 70%

Os três magistrados do Ministério Público de Sesimbra e a equipa de funcionários judiciais do tribunal reduziram mais de 70% dos inquéritos criminais pendentes no espaço de três anos.

O Conselho de Gestão da Comarca de Setúbal decidiu por isso atribuir um louvor aos três Procuradores adjuntos em funções por terem demonstrado "uma dedicação e empenho ímpar" que permitiu a redução dos 2986 inquéritos pendentes em janeiro de 2015 para 887 em dezembro de 2018. Isto mesmo tendo em conta que a média anual de 2600 inquéritos que dão entrada no tribunal se manteve.

O Conselho de Gestão da Comarca de Setúbal, num louvor publicado hoje em Diário da República considera como "muito positivas as qualidades profissionais e pessoais, o zelo e a invulgar capacidade de trabalho demonstradas por estes três Magistrados", Luís Filipe da Palma Vieira Martins, Ana Cristina Martins Rodrigues e Cláudia Andreia da Silva Bandeira Mouronho Cruz.