Violência

Motorista da Uber agredido ao pontapé por taxista no Algarve

Motorista da Uber agredido ao pontapé por taxista no Algarve

Um motorista da Uber foi agredido, no domingo, ao final da tarde, por um taxista na estação da CP de Lagos. O homem foi pontapeado por um outro alegadamente munido de uma soqueira, quando se preparava para transportar um grupo de turistas.

Luís Amaral tem 55 anos e é motorista da plataforma Uber desde março de 2017. No domingo foi agredido por um taxista durante um serviço na estação da CP de Lagos. "Desde que as notícias a agressões a motoristas da Uber se tornaram mais comuns passei a ter cuidado e, por isso, quando cheguei à estação, circundei a praça de táxis e estacionei o carro na zona do BUS", explicou Luís ao JN.

Apesar das cautelas, o homem que se preparava para recolher um grupo de turistas brasileiros foi confrontado por um taxista que estava parqueado no local. "Começou por insultar a minha mãe, que infelizmente já não está viva. Eu não respondi para evitar mais confusão e até lhe disse que ele podia transportar os meus clientes", disse.

O motorista sugeriu chamar a polícia para por termo ao conflito. "Foi aí que tudo piorou. Sem que eu desse conta pontapeou-me e encostou uma soqueira de aço ao meu braço e continuou com os insultos. Quando me viram ao telefone a ligar para a polícia, já no interior do carro, os taxistas que estavam no local saíram e até deixaram lá os clientes", explicou.

"O taxista ameaçou-o com uma soqueira"

Vinicius Souza, estudante de 23, é natural da Baía. Ao JN, o jovem brasileiro que chamou o Uber disse que ficou surpreendido com o caso que presenciou. "Ao sair da estação chamamos um Uber. Pouco tempo depois vimos o carro a passar sem parar na praça de táxis. Até pensamos que ele não nos tinha visto. Só depois é que percebemos que ele não parou para fugir", contou.

Quando Luís parou para recolher o grupo em que Vinicius estava, os insultos começaram. "O taxista veio para cima do Luís e depois de o insultar deu-lhe um pontapé. Quando ele se escondeu no carro, o taxista ameaçou-o com uma soqueira".

O jovem permaneceu no local, com os amigos, até à chegada da polícia. Para o local, de acordo com a testemunha, deslocaram-se quatro elementos da PSP de Lagos, em dois veículos, que identificaram a viatura do agredido. Contactada pelo JN, a PSP ainda não confirmou a ocorrência.

ver mais vídeos