Justiça

Mudança na lei deixou Novo Banco negociar só com Veiga

Mudança na lei deixou Novo Banco negociar só com Veiga

Uma mudança na lei do Regime Geral das Instituições de Crédito e Sociedades Financeiras permitiu que o Novo Banco negociasse a venda do Banco Internacional de Cabo Verde (BICV) diretamente e só com um interessado, neste caso José Veiga.

José Veiga está agora em prisão preventiva no caso Rota do Atlântico relativo a crimes de corrupção no comércio internacional, branqueamento, fraude fiscal e tráfico de influência.

O Novo Banco recebeu 11 milhões, de um total de 14 que concluiriam a venda, como sinal do negócio travado pela Polícia Judiciária. O Banco de Portugal (BdP) confirmou ao JN que ainda está a analisar "a alienação de ações do BICV". A concluir-se, a venda dependeria sempre do seu aval.