Premium

Pastor estrangula ex-companheira após anunciar crime

Pastor estrangula ex-companheira após anunciar crime

Corpo de mulher encontrado na banheira pela filha de 14 anos. Antes do ataque, suspeito disse às colegas da vítima que "podiam despedir-se dela".

Uma mulher de 44 anos foi morta, na madrugada de sábado, pelo ex-companheiro no apartamento em que vivia, no centro da cidade de Torres Vedras. Heila Lopes foi encontrada pela filha de 14 anos, por volta das 5.30 horas, na banheira e com sinais de estrangulamento. Poucas horas antes, o suspeito, pastor de profissão, terá dito às colegas da vítima que podiam "despedir-se dela", contou ao JN um vizinho sob anonimato.

Os relatos das ameaças frequentes de António - também conhecido por "Zé das Cabras" - a Heila são comuns a todas as ex-colegas da vítima. Algumas contam mesmo que este era "um receio antigo" desde que a relação entre os dois havia terminado, situação que o homem de 55 anos não aceitava.