Vila Verde

Pegou fogo a moradia após assalto para esconder impressões digitais

Pegou fogo a moradia após assalto para esconder impressões digitais

Um emigrante ateou fogo a uma moradia que assaltou, em Vila Verde, tendo sido detido pela Polícia Judiciária de Braga. Foi libertado por um juiz, com termo de identidade e residência.

O detido, de 37 anos, solteiro, precisava de dinheiro para voltar à Suíça, onde trabalha na indústria hoteleira. Na noite de quarta-feira para quinta-feira da semana passada, furtou da casa centenas de euros, telemóveis e computadores. Mas voltou a gastar o dinheiro em álcool.

Bem bebido, na noite seguinte foi novamente ao local do crime e ateou fogo em várias divisões da casa com a intenção de apagar as suas impressões digitais. Na busca domiciliária à casa onde o suspeito reside, a PJ recuperou todos os objetos que tinham sido furtados.

O incêndio só não atingiu moradias vizinhas dada a pronta intervenção dos Bombeiros Voluntários de Vila Verde.

ver mais vídeos