Tribunal

Pena suspensa por desviar dinheiro da Universidade de Coimbra

Pena suspensa por desviar dinheiro da Universidade de Coimbra

Uma funcionária da Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra foi, na manhã desta segunda-feira, condenada a três anos e 10 meses de prisão, com pena suspensa, por desviar verbas da instituição.

A funcionária, de 46 anos, desviou cerca de 8700 euros entre 2011 e 2015, dos quais já devolveu cerca de três mil.

O Tribunal de Coimbra teve em atenção esse comportamento, bem como o compromisso da arguida em devolver os 5600 euros em falta, entendendo não haver razão para prisão efetiva.