Premium

PJ faz buscas na Galiza por fraudes com fundos

PJ faz buscas na Galiza por fraudes com fundos

Os tentáculos espanhóis de uma rede portuguesa suspeita de uma fraude de cerca de 20 milhões de euros com fundos europeus do programa Portugal 2020 foram atacados pela Guardia Civil espanhola e pela Polícia Judiciária (PJ) do Porto que, esta semana, realizaram buscas em empresas na Galiza e constituíram arguidos dez portugueses e espanhóis.

Os indivíduos seriam liderados por um empresário de Santo Tirso, detido, com quatro cúmplices, em dezembro do ano passado pela PJ.

A investigação começou precisamente na zona de Santo Tirso, onde, há meses, a PJ deteve cinco empresários suspeitos de terem criado duas dezenas de empresas de fachada destinadas a emitir faturas que serviam para justificar projetos milionários financiados por fundos europeus e para defraudar o Estado, no IVA e IRC.