Proteção Civil

PJ faz buscas na sede da Proteção Civil e em empresa de aviação

PJ faz buscas na sede da Proteção Civil e em empresa de aviação

A PJ realizou buscas na sede da Autoridade Nacional de Proteção Civil, em Carnaxide, na empresa de aviação Everjets e e no aeródromo de Ponte Sor.

A informação sobre as buscas foi avançada à agência Lusa por fonte policial. Segundo o JN apurou, as buscas estão associadas aos contratos dos helicópteros Kamov, uma das questões que tem levantado polémica na relação entre o Estado e privados.

Em maio passado cincos helicópteros "Kamov", que combatem incêndios florestais, estiveram parados devido ao processo de transferência para a empresa que ganhou o concurso público de operação e manutenção dos aparelhos. O presidente da Liga de Bombeiros responsabilizou a Autoridade Nacional de Proteção Civil.

Os elementos da Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ estiveram a recolher documentos relacionados com contratos efetuados pela Autoridade Nacional de Proteção Civil.

O Ministério da Administração Interna confirmou a presença de elementos da PJ nas instalações da ANPC, sublinhando que prestará toda a colaboração às autoridades.

Já em comunicado, a Everjets confirmou "a realização de diligências levadas a cabo pelas autoridades na sua sede durante a manhã". "O Conselho de Administração da Everjets reitera a sua disponibilidade para prestar todos os esclarecimentos às autoridades, como fez até agora, e congratula-se pelo facto de haver finalmente desenvolvimentos neste processo, esperando que possam agora ficar esclarecidas todas as questões relacionadas com o processo e com o alegado envolvimento da Everjets", adiantou a empresa.

* com Lusa