Arcos de Valdevez

PJ investiga caso de mulher carbonizada em campo agrícola no Soajo

PJ investiga caso de mulher carbonizada em campo agrícola no Soajo

A Polícia Judiciária (PJ) está a investigar o caso de uma mulher com 73 anos que morreu, esta quarta-feira, carboniza em Soajo, Arcos de Valdevez.

Segundo o Comandante dos Bombeiros de Arcos de Valdevez, Filipe Guimarães, neste momento encontram-se em aberto as possibilidades de "suicídio ou homicídio". "Quando chegamos ao local o corpo estava completamente carbonizado numa leira, tapado com um lençol e com uma caixa de fósforos ao lado. Foi dada a informação que a mulher se terá regado com gasolina. O estranho é que à volta não há qualquer situação de incêndio", contou Filipe Guimarães, que se encontra no local e para onde foram acionadas a GNR e a PJ.

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Viana do Castelo informou que foi recebido um alerta, cerca das 12.23 horas, para uma situação de uma mulher que alegadamente pegou fogo a si própria. No socorro estão envolvidos os Bombeiros Voluntários de Arcos de Valdevez e o INEM com 20 operacionais e sete veículos.