Estupefacientes

Polícia desarticula "a maior" rede de tráfico de haxixe espanhola

Polícia desarticula "a maior" rede de tráfico de haxixe espanhola

A polícia espanhola "desarticulou a maior" organização criminosa de tráfico de haxixe que operava em Espanha, mas deixou escapar o seu cabecilha, conhecido por "Messi", que conseguiu fugir.

As forças de segurança espanholas Polícia Nacional e Guarda Civil revelaram esta quinta-feira os resultados de uma operação em que detiveram 19 pessoas e apreenderam 13 toneladas de droga.

Foi "desarticulada a maior organização criminosa de tráfico de haxixe que operava em Espanha e que estava situada no Campo de Gibraltar", um concelho no sul do país, cuja capital é Algeciras, anunciou a Guardia Civil em comunicado de imprensa.

Na operação, que implicou 10 buscas domiciliárias, foram também apreendidas três armas de guerra, três pistolas, 20 mil euros e oito veículos todo o terreno de alta gama, assim como encerrados oito imóveis em Algeciras e La Línea de la Concepción com um valor estimado de 700 mil euros.

O cabecilha da organização criminosa, conhecido por "Messi", conseguiu fugir, aproveitando a reação de um dos seus cúmplices que enfrentou a policia com uma arma branca antes de ser detido.

A rede estava organizada em "células independentes, estanques entre si", para impedir que a desarticulação de uma delas provocasse a queda de todas.

Os detidos deram entrada na prisão e foram emitidos oito mandados internacionais de detenção de membros da rede de criminosos.