Premium

Polícia sem acesso à base de dados dos criminosos

Polícia sem acesso à base de dados dos criminosos

Milhares de computadores não suportam o Sistema Estratégico de Informações. Desde abril que os agentes não conseguem entrar na rede nacional.

Milhares de computadores de esquadras da PSP em todo o país estão sem acesso à principal base de dados policial, desde abril. Devido à sua antiguidade, a maioria dos equipamentos informáticos não suporta a última atualização, feita há cerca de três meses, do Sistema Estratégico de Informações (SEI). Os polícias dizem que o serviço fica "comprometido" e o Governo garante que já está a resolver o problema.

Foi o próprio diretor nacional adjunto da PSP, Magina da Silva, que deu conta da gravidade da situação, ontem, em Viana do Castelo, nas comemorações do 143.º aniversário do comando distrital, adiantando ainda uma solução "até ao final do ano".