Droga

1,3 toneladas de cocaína do narcotráfico da Colômbia apreendidas em Lisboa

1,3 toneladas de cocaína do narcotráfico da Colômbia apreendidas em Lisboa

A polícia portuguesa esteve envolvida numa operação transnacional que se saldou pela apreensão de 2,3 toneladas de cocaína proveniente da Colômbia, em Portugal e Espanha, e a detenção de 11 pessoas.

O diretor especializado contra o tráfico de droga da Procuradoria colombiana, Ricardo Carriazo, revelou à imprensa que foram apreendidas 1,3 toneladas nos arredores de Lisboa e o resto em Espanha, nas províncias fronteiriças de Badajoz e de Cáceres.

Entre os detidos, que colaboravam com o "Clã do Golfo", o maior grupo criminoso da Colômbia, de origem paramilitar, estão sete colombianos, três polacos e um espanhol, disse Ricardo Carriazo, que não detalhou os locais das capturas.

Foi ainda detida em Cartagena de Índias a pessoa acusada de enviar o produto para a Europa.

O método deste grupo consistia em reunir a droga neste porto das Caraíbas, para depois a transportar até Algeciras, em Espanha, em diferentes tipos de embarcações.

Contudo, neste caso transportaram a cocaína por via aérea para Lisboa, de onde pretendiam levá-la para Espanha, através de vários veículos. Na operação também foram apreendidos 11 veículos e 25600 euros.

"Com a informação obtida nas investigações, o apoio da agência norte-americana (DEA, sigla em inglês da agência antidroga dos EUA) e a intervenção das polícias de Espanha e Portugal, consolidou-se a denominada operação 'Muro de Contenção', na qual foram apreendidas quase duas toneladas e meia de cocaína", detalhou Carriazo.

Revelou também, em relação à operação em território de Espanha, que "as autoridades estavam alertadas da transferência e assim que os carros cruzaram a fronteira foram intercetados pela Polícia espanhola".

Carriazo acrescentou ainda que esta foi a terceira grande apreensão de cocaína na Europa que é feita com contributos de informação de vários países.

Na semana passada, seis pessoas, entre as quais dois empresários e um guarda civil foram detidos, por envolvimento no contrabando de quase nove toneladas de cocaína, apreendidas num contentor com bananas no porto de Algeciras, no que foi o maior carregamento apreendido num contentor na Europa.

ver mais vídeos